Mais de 10 milhões de pessoas na Espanha vivem em lugares que não foram alcançados pelo Evangelho

Cerca de 330 cidades da Espanha não têm nenhuma igreja evangélica

Uma pesquisa do Observatório do Pluralismo Religioso, feita pelaorganização cristã Decision, mostra que os evangélicos são a minoria religiosa que mais cresce na Espanha. Contudo, em 331 cidades com mais de 5 mil habitantes, não existe nenhuma igreja evangélica.    

A Decision fez o levantamento de municípios sem igrejas evangélicas, com informações da Federação de Entidades Religiosas Evangélicas da Espanha (Ferede) e da organização missionária Evangelism In Dept, e chegou a conclusão de que mais de 10 milhões de pessoas na Espanha vivem em lugares que não foram alcançados pelo Evangelho.    

“O resultado mostra que dos 8.131 vilarejos da Espanha, 92% ainda não têm igrejas evangélicas. O desafio de chegar aos municípios entre 5 mil e 20 mil habitantes, longe das capitais, ainda se mantém e continua sendo uma das grandes deficiências da missão na Espanha ”, disse a Decision.

Segundo os dados no relatório, Andaluzia é a região com mais cidades acima de 5 mil habitantes sem igrejas evangélicas, o que totaliza 53 municípios. Em seguida vem Galícia, com 45, Catalunha, com 41 e a Comunidade Valenciana, com 33. La Rioja é a única área apontada com pelo menos uma igreja evangélica em todas as cidades de mais de 5 mil habitante.         

Um dos motivos para isso acontecer, foi a migração de pessoas das áreas rurais para as áreas metropolitanas nas últimas décadas. O relatório mostra que a Espanha rural ficou vazia, enquanto a população das pequenas cidades se multiplicaram.

Segundo a organização, essas mudanças estão desenhando um novo cenário para a estratégia missionária que abre novas oportunidades para o plantio de igrejas em torno das grandes cidades.

A Decision também constatou que a migração da população rural para as cidades, colaborou para o crescimento progressivo que a comunidade evangélica está experimentando na Espanha. Cerca de 68% dos membros das congregações das grandes cidades, são oriundos da zona rural.

No último ano (2018), a Espanha tinha o total de 4.238 locais de culto registrados, coniderando uma média de crescimento de 16 igrejas abertas por mês.   

Fonte: cpadnews.com.br

Deixe um comentário

Your email address will not be published. Required fields are marked *