Luz, Câmera e Palavra

A 73ª Escola Bíblica de Obreiros levou 60 horas de ensino para 6.416 mil obreiros in loco e para um milhão pela internet

Foram 16 dias de estudos bíblicos; 61 horas e 45 minutos de mensagens; e mais de 1,6 milhão de alunos. A 73ª edição da Escola Bíblica de Obreiros atingiu expressivo número de inscritos ao atrair 6.416 mil pessoas que participaram in loco do evento, que foi realizado pela primeira vez no futuro templo-sede. Outro dado que marcou a EBO neste ano foi a audiência da TV AD Belém pela internet. Somando as visualizações do site da TV AD Belém, Youtube e Facebook, totalizaram um milhão de pessoas que se conectaram de várias partes do mundo prestigiando a maior Escola Bíblica da América Latina.

Pela primeira vez a TV AD Belém criou uma interação com os internautas em cada transmissão que fez. O trabalho só foi possível por conta da integração dos departamentos de comunicação da igreja. A RBC (Rede Belém de Comunicação), o Ceifeiros em Chamas e o jornal Nosso Setor, uniram-se para oferecer ao telespectador mais qualidade na comunicação.

Além da interação em tempo real, com imagens transmitidas pela TV AD Belém, a equipe de comunicação produziu conteúdos com lideranças por meio de entrevista e bate-papo, que eventualmente aconteciam dentro ou fora do templo, ou no estúdio montado no nono andar do prédio. No mesmo ambiente foi estabelecido um estúdio móvel da Rádio RBC, de onde foram transmitidos alguns programas.

A importância da Escola Bíblica para obreiros

O pastor José Wellington Bezerra da Costa, presidente do Ministério do Belém, enfatizou que ele, ao lado de milhares de ministros, estuda um único livro a cada ano: A Bíblia Sagrada. Sua fala merece uma reflexão mais aprofundada. As Escrituras são formadas por 66 livros; no entanto, para estudá-las, o aluno deverá se debruçar entre 51 a 60 disciplinas, das quais lhe custarão cerca de 2.968 horas, o que corresponde ao curso de bacharelado em Teologia.

Outro ponto de reflexão sobre a fala do presidente é que o Brasil está prestes a ter maior número de evangélicos em 2020. De acordo com o Censo Demográfico do IBGE – Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística, no ano 2000, 26,2 milhões de brasileiros declararam professar a fé evangélica. Isso correspondia a 15,4% da população. Em 2010 o número saltou para 42,3 milhões de evangélicos; isto é, 22,2% dos brasileiros. Se a média de crescimento for mantida, em 2020 o número de evangélicos brasileiros deve ultrapassar os 50 milhões. Em 1991, a taxa era menor que 10%.

Ao alcançar um maior número de evangélicos, aumenta também a responsabilidade dentro da sociedade. O compromisso de ser sal e luz. O Ministério do Belém a cada ano realiza a EBO como ferramenta de reciclagem do conhecimento teológico de seus obreiros e oferece a todos, indistintamente, o conhecimento. A igreja possui aproximadamente 16 mil ministros, mediante a soma dos obreiros da capital e interior. São homens que exercem cargo de liderança e consequentemente são formadores de opinião. A AD Belém somente na região metropolitana e central de São Paulo, capital, tem um rebanho de aproximadamente 140 mil membros.

A Escola Bíblica de Obreiros é o evento mais democrático de uma denominação evangélica brasileira. É gratuito, oferece três refeições diárias e alojamento para aproximadamente 240 pessoas. A EBO é organizada para levar conhecimento das Escrituras Sagradas ao obreiro assembleiano; porém, não há restrições aos membros de outras denominações que queiram participar; basta apresentar documento com foto e a credencial de ministro no credenciamento. O evento é interdenominacional.

Grandes eventos durante a EBO

A edição da EBO neste ano agrupou outros grandes eventos, entre os quais dois já são de praxe: O aniversário do presidente, Pr. José Wellington, que ocorreu em 05 de outubro; e a 46ª AGO no dia 08. O terceiro evento foi o Teologizando, que foi uma iniciativa do Conselho Nacional da Juventude e tem por objetivo oferecer cursos teológicos gratuitos para jovens da Assembleia de Deus em todo o país. O culto de aniversário do Pr. José Wellington e o evento Teologizando atraíram um público de cerca de nove mil pessoas.

Por Dario Ferreira

publicado no Jornal Ceiferos em Chama

Aguinaldo Lopes

Aguinaldo Lopes


Deixe um comentário

Your email address will not be published. Required fields are marked *