Assaltante que participou de roubo a cristãos em monte se arrepende

O colega do homem morreu na hora do roubo com oração do pastor.

No último sábado (7), um grupo de cristãos sofreu uma tentativa de assalto em um monte enquanto oravam em Ribeirão das Neves, região metropolitana de Belo Horizonte, quando o pastor orou e um dos bandidos morreu, mas um segundo havia fugido.

 

Agora, o criminosos de 25 anos que participou da tentativa de assalto se arrependeu e procurou o pastor que estava entre as vítimas do roubo.

Ele pediu ajuda para mudar de vida e para se entregar e também para que o pastor Thiago Souza do Carmo, da Igreja Ministerial Deus é Bom o acompanhasse até a delegacia de Polícia Civil da cidade para se entregar.

“Eu estou muito arrependido do que eu fiz lá no monte. Eu errei. Eu estou confessando que eu errei. Eu quero me entregar à polícia para falar que eu errei muito. Eu pedi ao pastor internação. Eu quero ser internado. Eu quero ser homem de Deus. Eu não quero essa vida mais. Essa vida não presta”, afirmou o homem, nesta terça-feira (8) em entrevista à Rádio Itatiaia.

O segundo suspeito que participou do assalto aos cristãos com uma faca e uma réplica de arma, teve um mal súbito e morreu na hora do roubo, após o pastor Thiago orar por ele.

Uma mulher disse que seu amigo iria morrer caso roubasse
O homem que se entregou à polícia contou que antes do roubo eles foram abordados por uma mulher no Campo do Oriente que falou que Jesus os amava muito, e ela profetizou para seu companheiro de crime que se ele roubasse, morreria.

Em sequência, ele disse que quando seu amigo chegou para roubar, o pastor falou para ele que Jesus o amava muito, mas ele respondeu que não queria saber se ele era crente, nesse momento ele caiu na hora.

“Nessa hora, eu assustei e peguei o facão. Eu ouvi o pastor dizer que Jesus me amava muito. Nessa hora, eu caí e não vi mais nada. Quando eu acordei, eu vi que eu conhecia o pastor, abracei ele e pedi perdão pra ele”, contou.

Após o assalto, o homem teve medo de ser morto pela organização que comanda o crime na região, mas para ele o encontro com o pastor Thiago foi um plano de Deus para salvá-lo.

Aguinaldo Lopes

Aguinaldo Lopes


Deixe um comentário

Your email address will not be published. Required fields are marked *